sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Vaga pra deficiente e idoso.

Falar um pouco sobre as vagas que são reservadas pra deficientes e idosos em lugares privados tais como shoppings. Se tem algo que hoje em dia, tá me deixando bem tenso, é quando você chega num shopping pra procurar uma vaga e na parte de vagas pra deficientes e idosos (devido ao mais fácil aceso) e não encontra, por quê? Porque tem um, dois, vários que param lá, porque 1- é mais perto da entrada. 2- não viu deficiente ou idoso na hora (essa, realmente não cola). 3- porque só tinha aquela. E o pior... tem sempre um guardinha andando naqueles baratinhos super dahora, pra la e pra ca com um caderninho na mão. Minha pergunta pra eles é: Ow boçais! Que vocês tanto anotam nessa merda ai?! Não ta vendo gente parando do carro e saindo andando perfeitamente com seus 20, 30 anos de idade?. A minha proposta pra isso, seria que os tais guardinhas de estacionamento, ficassem andando com o intuito de garantirem o direito dos mais velhos e dos que precisam mais de uma vaga perto da entrada (do que voce que anda, corre e vive reclamando) e anotarem placa, data e horário da infração, como se fosse multa e consequentemente, no fim do mês, chegasse uma multa ou um aviso ou qualquer coisa que deixasse o individuo ciente do ato. Agora seguinte, se você tá lendo esse post, tem um carro e costuma ir pra lugares privados e/ou públicos constantemente, preste atenção no que está pintado de azul no chão! E isso, não só pra vagas em estacionamentos, chega de ver idosos tendo que pegar um ônibus lotado e ter que ficar em pé! Se coloca no lugar deles, um dia, serão vocês, aliás NÓS que estaremos precisando de uma vaga ou um lugar no ônibus.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Crise no Rio de Janeiro

Todos estão sabendo do que está havendo no Rio de Janeiro, situação desagradável não só para os cariocas, mas para todos os brasileiros, porque isso só degrada a imagem da Cidade Maravilhosa.
Pra mim, não adianta culpar somente a população mais pobre e dizer que todos são traficantes, porque sim, tem gente honesta no meio de um fogo cruzado em que muitos não têm nada a ver com isso. Pra mim, a culpa também é do Governo do Estado do Rio de Janeiro, porque não é de hoje que a população vê as favelas crescendo e muitos se tornando escravos do crime. Por que o Governo não tratou de cuidar PRIMEIRAMENTE do Estado e depois fazer melhorias? Do que adianta ter uma Cidade Maravilhosa, totalmente em termos sem ter a segurança necessária. A questão é que o Brasil não está acostumado a sediar eventos tão importantes como uma Copa ou uma Olimpíadas e quando tem essa oportunidade, quer se mostrar superior. Porém, nós somos um país de terceiro mundo sem condições de muitas extravagâncias e se hoje temos uma crise interna, devemos cuidar primeiro da crise, depois da beleza da cidade.
Se parar pra pensar, os bandidos são totalmente super mais organizados, por que, fizeram primeiro todo um esquema de contrabandeio de armas e drogas etc para fortalecerem um império bandido. Depois arrumaram um plano: colocar todos a favor do tráfico e da vida bandida. Depois, fizeram outro esquema, o esquema tático para bombardear os policiais. Agora eles têm bandidos na base do morro, no meio do morro, no QG do morro e no topo do morro. Por quê? Eles acabam pensando nos seus piores inimigos, os policiais. Enquanto esses se preocupavam na beleza da Cidade.
Acho que tá na hora de leis mais rígidas. Pra que ficar com esse bla bla bla de transferência de preso? Qual o plano para eles? Acho que uma mente super criminal não tem jeito! TÁ NA HORA DA PENA DE MORTE!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O Ensino do Esperando no Sistema de Ensino Brasileiro e novas matérias

Esperanto é uma língua que foi criada para ser usada universalmente e para facilitar a comunicação entre todos os povos do planeta.
Como poucos sabem, no nosso Senado, estão querendo implantar novas matérias no Sistema de Ensino Brasileiro, coisa que eu acho bem desnecessário, pois se formos parar pra pensar, os adolescentes mal querem aprender Inglês ou Espanhol... Quem dirá Esperanto... E não só pensando pelo lado de quererem aprender essa língua, mas se formos pensar nos profissionais que estão aptos a ensinar essa língua... São muitos? É obvio que não, porque as faculdades também o ensino do Esperanto nem é tão ensinado.
E não é só o Esperanto que querem colocar no Sistema, citaram matérias como educação ambiental, educação financeira, educação no trânsito, geopolítica, astronomia, artes cênicas, etc. Se for parar para pensar... Algumas matérias até fazem sentido de serem postas no Sistema, como as três últimas citadas, mas, Educação no Trânsito? Isso se aprende com o viver e não na escola. E agora imagine o conteúdo das provas dessa matéria... “Quando devo atravessar a rua?” Acho perda de tempo, dinheiro, e ambos, pois hoje, tempo é dinheiro.

Veja umas frases utilizáveis no nosso dia em Esperanto:
Mi estas laca. - Estou cansado/a.
Mirinde! - Espantoso!
Kiam estos via naskiĝtago? - Quando será seu aniversário?
Mia horloĝo malfruas je dek minutoj. - Meu relógio está dez minutos atrasado.
Kion vi volas aĉeti? - O que você quer comprar?
Kioma horo estas? - Que horas são?


Fonte: