domingo, 16 de janeiro de 2011

Pena de Morte pode ser uma opção, sabe...

É claro que ninguém, ABSOLUTAMENTE ninguém tem o direito de tirar a vida de alguém, porém, uma coisa que eu acho totalmente desnecessária e que causa um risco a toda a população é a troca de lugares pra cumprimento de pena. No momento da pena deve ser estipulado o tempo (o que é acontece, normalmente) e o lugar da pena SEM direitos nenhum a mudança de planos durante o cumprimento. Acho que a mudança de lugares pra um indivíduo não adianta muita coisa (me refiro a Presídios de Segurança Máxima) porque se são realmente de segurança máxima... pra que mudar de uma pra outra? Ai que eu acho que entra a pena de morte. A maioria sabe ou deduz que na cadeia durante a pena é feito um trabalho com o individuo para mudança de mente. Mas pensa... Um cara que nasceu num morro (como o do Alemão), usa drogas desde a infância, trafica desde a adolescência e pratica o crime desde sempre tem como mudar assim? Num período de 30 anos? Com o passar do tempo, a mentalidade muda sim, mas e aqueles que mesmo dentro do Presídio manda ordens de ataques? De que adianta ficar 10, 15, 50 anos... para TENTAR mudar a mentalidade e no fim das contas libertar o indivíduo. Pra que a Pena de Morte aconteça, teriam que ser contratados milhares de novos caras comprometidos com o seu serviço (difícil de acontecer) serem treinados durante muito tempo (assim como é feito no exército: vários anos de treinamento para que o sangue seja frio, tenha um pensamento de menor piedade etc). Isso demoraria muito tempo, mas pensa na melhoria que isso ia causar: menor taxa de criminalidade, menos indivíduos em penitenciárias e outras hipóteses que se pode imaginar. Apoiar uma causa dessas, deve ser vista e revista, eu venho pensando nisso desde muito tempo, por isso, surgiu a idéia desse post. Pense e veja que talvez isso pode ser uma opção produtiva para o sistema de ordem no país.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Cores no ano novo? Get out of here!

Falar sobre uma coisa que é bem tensa e acontece sempre nessa época de ano novo: A Utilização de Cores no Ano Novo.
Bom, é o que todo mundo fala: Usar cor Branca na noite de Ano Novo pra atrair paz e prosperidade para o próximo ano. Isso eu acho uma coisa tipo super idiota, porque não é uma cor que você use durante a passagem de ano que vai fazer com que o próximo ano seja bom. Aqui vai uma coisa que o @_gabriellh me falou, me fez pensar e me fez mudar: “No Ano Novo o que importa é estar bonito.” Lembre-se: uma cueca, uma meia, um penteado, não muda o que vai acontecer no outro ano. Pra mim, o que tem que acontecer próximo ano, é tudo um conjunto de coisas que já estão predestinadas a acontecer, nisso eu não me refiro à religião NENHUMA! Que fique claro! Acho que mais importante que usar uma cor ou uma roupa que “atrai sorte” é ter pensamentos positivos, sabe. Se você quer encontrar um amor no próximo ano não é uma camiseta vermelha ou uma cueca super velha (também porque isso vai deixar na cara que você tá encalhado, praqueles que acreditam) que vai te fazer encontrá-lo, mas sim pensamentos positivos e atitude, porque isso, num relacionamento é o que há. Eu, particularmente vou usar uma bermuda xadrez e uma camiseta preta (não porque o significado seja escuridão, morte, luxo e dignidade, mas porque eu fico bem e curto um preto básico). O que acontece num ano só depende da suas ações, reações e decisões. Então, FIQUE gatinho (a) e esqueça todo o bordel de que nós usamos hoje em dia, lembrando que tradições podem e devem ser mudadas com o passar dos anos. Viver em clichê, não vale à pena.
Este post, eu fiz, especialmente pro Alef *-*. Feliz Ano Novo, anyway, que a gente possa ser feliz acima de tudo esquecendo as tradições.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Vaga pra deficiente e idoso.

Falar um pouco sobre as vagas que são reservadas pra deficientes e idosos em lugares privados tais como shoppings. Se tem algo que hoje em dia, tá me deixando bem tenso, é quando você chega num shopping pra procurar uma vaga e na parte de vagas pra deficientes e idosos (devido ao mais fácil aceso) e não encontra, por quê? Porque tem um, dois, vários que param lá, porque 1- é mais perto da entrada. 2- não viu deficiente ou idoso na hora (essa, realmente não cola). 3- porque só tinha aquela. E o pior... tem sempre um guardinha andando naqueles baratinhos super dahora, pra la e pra ca com um caderninho na mão. Minha pergunta pra eles é: Ow boçais! Que vocês tanto anotam nessa merda ai?! Não ta vendo gente parando do carro e saindo andando perfeitamente com seus 20, 30 anos de idade?. A minha proposta pra isso, seria que os tais guardinhas de estacionamento, ficassem andando com o intuito de garantirem o direito dos mais velhos e dos que precisam mais de uma vaga perto da entrada (do que voce que anda, corre e vive reclamando) e anotarem placa, data e horário da infração, como se fosse multa e consequentemente, no fim do mês, chegasse uma multa ou um aviso ou qualquer coisa que deixasse o individuo ciente do ato. Agora seguinte, se você tá lendo esse post, tem um carro e costuma ir pra lugares privados e/ou públicos constantemente, preste atenção no que está pintado de azul no chão! E isso, não só pra vagas em estacionamentos, chega de ver idosos tendo que pegar um ônibus lotado e ter que ficar em pé! Se coloca no lugar deles, um dia, serão vocês, aliás NÓS que estaremos precisando de uma vaga ou um lugar no ônibus.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Crise no Rio de Janeiro

Todos estão sabendo do que está havendo no Rio de Janeiro, situação desagradável não só para os cariocas, mas para todos os brasileiros, porque isso só degrada a imagem da Cidade Maravilhosa.
Pra mim, não adianta culpar somente a população mais pobre e dizer que todos são traficantes, porque sim, tem gente honesta no meio de um fogo cruzado em que muitos não têm nada a ver com isso. Pra mim, a culpa também é do Governo do Estado do Rio de Janeiro, porque não é de hoje que a população vê as favelas crescendo e muitos se tornando escravos do crime. Por que o Governo não tratou de cuidar PRIMEIRAMENTE do Estado e depois fazer melhorias? Do que adianta ter uma Cidade Maravilhosa, totalmente em termos sem ter a segurança necessária. A questão é que o Brasil não está acostumado a sediar eventos tão importantes como uma Copa ou uma Olimpíadas e quando tem essa oportunidade, quer se mostrar superior. Porém, nós somos um país de terceiro mundo sem condições de muitas extravagâncias e se hoje temos uma crise interna, devemos cuidar primeiro da crise, depois da beleza da cidade.
Se parar pra pensar, os bandidos são totalmente super mais organizados, por que, fizeram primeiro todo um esquema de contrabandeio de armas e drogas etc para fortalecerem um império bandido. Depois arrumaram um plano: colocar todos a favor do tráfico e da vida bandida. Depois, fizeram outro esquema, o esquema tático para bombardear os policiais. Agora eles têm bandidos na base do morro, no meio do morro, no QG do morro e no topo do morro. Por quê? Eles acabam pensando nos seus piores inimigos, os policiais. Enquanto esses se preocupavam na beleza da Cidade.
Acho que tá na hora de leis mais rígidas. Pra que ficar com esse bla bla bla de transferência de preso? Qual o plano para eles? Acho que uma mente super criminal não tem jeito! TÁ NA HORA DA PENA DE MORTE!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O Ensino do Esperando no Sistema de Ensino Brasileiro e novas matérias

Esperanto é uma língua que foi criada para ser usada universalmente e para facilitar a comunicação entre todos os povos do planeta.
Como poucos sabem, no nosso Senado, estão querendo implantar novas matérias no Sistema de Ensino Brasileiro, coisa que eu acho bem desnecessário, pois se formos parar pra pensar, os adolescentes mal querem aprender Inglês ou Espanhol... Quem dirá Esperanto... E não só pensando pelo lado de quererem aprender essa língua, mas se formos pensar nos profissionais que estão aptos a ensinar essa língua... São muitos? É obvio que não, porque as faculdades também o ensino do Esperanto nem é tão ensinado.
E não é só o Esperanto que querem colocar no Sistema, citaram matérias como educação ambiental, educação financeira, educação no trânsito, geopolítica, astronomia, artes cênicas, etc. Se for parar para pensar... Algumas matérias até fazem sentido de serem postas no Sistema, como as três últimas citadas, mas, Educação no Trânsito? Isso se aprende com o viver e não na escola. E agora imagine o conteúdo das provas dessa matéria... “Quando devo atravessar a rua?” Acho perda de tempo, dinheiro, e ambos, pois hoje, tempo é dinheiro.

Veja umas frases utilizáveis no nosso dia em Esperanto:
Mi estas laca. - Estou cansado/a.
Mirinde! - Espantoso!
Kiam estos via naskiĝtago? - Quando será seu aniversário?
Mia horloĝo malfruas je dek minutoj. - Meu relógio está dez minutos atrasado.
Kion vi volas aĉeti? - O que você quer comprar?
Kioma horo estas? - Que horas são?


Fonte:

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Abrasileiramento de Nomes

Tem uns deputados que estão em Brasília que estão querendo criar uma lei que proíba que pais ponham nomes estrangeiros em seus filhos. Agora me fala uma coisa... Qual e que diferença isso vai fazer para aqueles que estão assinando essa lei? Existem algumas pessoas que são contra, a questão que eles levantam é a seguinte: Se a criança nasceu no Brasil, por que “estrangeirizar” a criança? Minha resposta para esse levantamento é o ponto em que aqueles que são contra o projeto de lei dizem: “talvez os pais queiram fazer uma homenagem a um artista famoso, ou algo do tipo”.
Eu sou contra esse projeto, porque além de deixar a criança com um nome muito mais interessante é legal ter um nome descolado e que esteja “na moda”. E por que criar uma lei em que proíba nomes estrangeiros sendo que acabou de haver a Reforma Ortográfica na Língua Portuguesa e colocaram as letras K, W e Y? Por que proibir algo que possa usar as letras que acabaram de ser postas de volta ao alfabeto brasileiro? Uma lei em que eu acho que fez sentido de ser criada foi a lei em que proíbe que pais ponham nome em que ridicularizam a criança, agora lei para abrasileiramento em pleno Século XXI, em que estrangeiros entram e saem do Brasil, é obviamente ridículo.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Carta à Presidente.

A Sra. Ilustríssima Dilma Vana Rousseff, dirijo este post.
Primeiramente gostaria de parabenizá-la por ter conseguido chegar ao lugar mais alto do governo Brasileiro. Quero dizer também que nesse post podem ter possíveis erros de nossa língua, portanto desde já peço desculpas. Devo dizer que desde o princípio, minha fé na senhora era pequena, pois até pouco tempo havia um passado desconhecido, que poucos conheciam e os que conheciam pouco falavam sobre. Pelo resultado dessas eleições podemos ver que o povo Brasileiro levou a sério o ditado popular: “Em time que está vencendo não se mexe”. Que vosso governo possa ser digno e respeitoso ao povo que vos depositou a confiança. Devo e devemos reconhecer que certos programas do governo Lula têm dado certo, entre eles, eu posso citar o Bolsa Família. Como tenho dito em meu blog, por mais que não tenha usufruído do mesmo e por mais que nem pretenda usufruir, gostaria de pedir a diminuição dos impostos que são tirados de nós, classe média, e que os direcionamentos dos mesmos sejam regularizados e revistos. Que a senhora possa continuar os projetos e criar novos projetos que não apenas beneficiem os mais pobres como aqueles que possuem algum tipo de benefícios sejam eles financeiros ou de qualquer outro tipo. Desde já peço que faça um governo justo e humanitário olhando, respeitando e visando o bem estar do ser humano.

Estes são os desejos e agradecimentos de um garoto de 14 anos, Vinicius Kumassaka